7 Conselhos Incríveis Para Lidar Com Sua Multipotencialidade

Tempo de leitura: 11 minutos

multipotencial
Você sabe o que é multipotencialidade?
Se considera um multipotencial?
Já sabe quais são os 13 sinais de aviso que você é multipotencial?
O termo multipotencial descreve pessoas que se interessam por diversas áreas e assuntos e que são capazes de ser bem sucedidas em muitas delas. E, por causa disso, multipotenciais têm dificuldade em decidir qual caminho seguir.
Se você se identificou, acredito que esteja muito aliviado, não é mesmo? Não, você não está sozinho! Existem muitos outros por aí como você. Todos os padrões que você notou durante sua vida começaram a fazer sentido. E você percebeu que ser multipotencial é uma coisa boa, e não essa terrível maldição que você vinha acreditando por anos.
Mas como lidar com a sua multipotencialidade? Apenas descobrir que você é multipotencial, apesar de ajudar muito, não resolve todos os seus problemas.
Então, se você é um generalista nesse mundo de especialistas em que vivemos, você precisa terminar de ler esse artigo. Pois aqui você encontrará conselhos incríveis para que lidar com o fato de ser multipotencial da melhor forma. Vamos a eles!

 

multipotenciais

#1 – TENHA UM CADERNO PARA DESENVOLVER SUAS IDEIAS

Em todo processo de autoconhecimento, é muito importante que você responda perguntas e reflita muito sobre o que é essencial para você, sobre suas atitudes e pensamentos e sobre suas crenças. Para que isso aconteça de uma forma mais organizada e sistemática, é muito legal que você tenha um caderno para anotar tudo isso.
Ao escrever os nossos pensamentos e sentimentos, acostumamos o nosso cérebro a dar nome a eles, a materializa-los, a pensar de forma mais concreta. O fato de ter que colocar suas respostas e pensamentos em palavras e frases que façam sentido vai fazer com que você entenda melhor o sentido e o porquê deles. Por isso, escrever é tão importante. E, por isso, o simples hábito de ter um caderno para anotar tudo isso pode te ajudar muito.
Como multipotencial, muitas ideias passam pela sua cabeça, pois a criatividade é um dos seus traços mais marcantes. Só que isso pode te causar confusão e uma sensação de cansaço, de cabeça cheia e de não conseguir estar em paz com os próprios pensamentos. Use esse caderno para anotar todas as ideias que você tiver. Todas mesmo. Tudo o que você pensar que gostaria de fazer, projetos que inventar, planos para o futuro. Anote tudo. Esvazie tudo o que está pensando para abrir espaço para novas ideias e para que você se sinta mais leve e menos sobrecarregado.
Então o primeiro (e super simples) passo é ter um caderno para que você anote tudo que passa nessa sua cabecinha multipotencial.

 

multipotenciais

#2 – CRIE UMA LISTA COM TUDO QUE DESEJA FAZER

No seu caderno, faça uma lista de todas as coisas (projetos, carreiras, negócios) pelas quais tem interesse e gostaria de realizar. Essa é uma outra forma de “se esvaziar”. Por ser multipotencial, você sente que quer abraçar o mundo e isso gera ansiedade e um peso muito grande.
Para enfrentar essas sensações, escreva absolutamente tudo que você gostaria de fazer na sua vida. Projetos pessoais, profissionais, coisas que parecem impossíveis, hobbies e áreas de interesse. Sendo um multipotencial, você acha que seus interesses e coisas que quer fazer são infinitos. Mas eles não são. Eles podem ser muitos, mas não são infinitos.
Ao anotar todos eles, você terá controle sobre tudo que deseja fazer e pode começar a planejar como irá realizar cada coisa. E, pode acreditar, esse simples ato vai te deixar mais calmo e menos ansioso.

 

multipotenciais

#3 – ENTENDA QUE VOCÊ NÃO PRECISA FAZER TUDO AO MESMO TEMPO

É isso aí, apesar de parecer que sim, você não precisa fazer tudo ao mesmo tempo. Essa frase faz parte do senso comum, mas não da prática comum. Principalmente nesse tempo em que vivemos onde tudo é rápido, é digital, é compartilhável e muito veloz.
Você tem muitos interesses e muitas coisas que quer realizar e, enquanto você não está fazendo tudo isso, sente que está perdendo tempo. Mas a verdade é que é não é possível para um multipotencial fazer tudo ao mesmo tempo. São muitos projetos, muitos interesses, então é necessário que você faça alguma escolhas. Se você tentar fazer tudo ao mesmo tempo, vai acabar não fazendo nada, pois a carga de informação e ansiedade te deixará paralisado.
Uma maneira de lidar com isso é realizar dois ou três projetos ao mesmo tempo ou planejar para ficar um certo tempo fazendo algo e depois de um prazo estipulado passar para a próxima atividade. O importante é planejar e ter a calma e a consciência de que você vai conseguir fazer tudo que quer, mas não necessariamente hoje.
Pegue a lista que você criou de tudo que deseja fazer e divida esses projetos e interesses ao longo de anos, talvez 5 ou 10. Projetos mais fáceis e menos trabalhosos você pode deixar planejado para que sejam executados simultaneamente. Mas projetos que necessitam de mais dedicação, devem ter um tempo reservado só para eles.
A partir do momento que você perceber que pode realizar tudo o que quer e tiver um planejamento com datas para cada projeto, você sentirá menos ansiedade em relação ao futuro.

 

multipotenciais

#4 – DESCUBRA QUAL A SUA RECOMPENSA

Por muitas vezes, pode parecer que você não termina as coisas que começa mas, na verdade, o que acontece é que você perde o interesse quando alcança a recompensa que buscava. O problema é que ao alcançar essa recompensa você chegou no fim para você, mas o seu fim é diferente do que outras pessoas consideram como fim. E, por causa disso, fica parecendo que você está desistindo quando, na verdade, você já atingiu o seu objetivo inconsciente com aquela atividade ou interesse.
Por isso, é importante que você procure identificar quando você perde o interesse pelas coisas que inicialmente te animavam muito. Para um especialista, terminar significa conseguir um diploma, trabalhar anos em uma mesma área ou se dedicar a vida toda a um projeto. Já para um generalista multipotencial como você, terminar é atingir o que você queria inicialmente com aquilo e a sua recompensa pode ser desenvolver habilidades, criar, resolver algum problema, explorar , ensinar, entre outras coisas.
Descubra qual a sua recompensa e, assim, quando você conseguir o que queria realizando alguma atividade ou projeto você saberá que chegou ao “seu fim”, não importando o que os outros consideram como fim. E, assim, você terá maior tranquilidade e deixará de sentir aquela familiar culpa de não ter “terminado o que começou”.
Para ter essa percepção, é importante conseguir diferenciar uma perda genuína da paixão por aquele projeto, área ou carreira, de problemas particulares e específicos com o que você está trabalhando no momento. Você pode estar desinteressado em escrever sobre um certo assunto, mas isso pode não querer dizer que você deva deixar de escrever o livro que sempre quis. Além disso, altos e baixos emocionais são normais, alguns dias acordamos mais desanimados para realizar certas atividades, mas isso não quer dizer que nunca mais iremos nos sentir bem ao realiza-las. Por isso, é importante saber distinguir essas situações.

 

multipotenciais

#5 – PROCURE PADRÕES

Procure padrões entre seus interesses, paixões, áreas e projetos que quer realizar. Reconhecer esses padrões irá te ajudar a se conhecer melhor e a entender o que te motiva.
Uma forma de buscar esses padrões é através da lista que você irá criar com tudo o que deseja fazer. Passe item por item dessa lista e procure entender qual a “recompensa” que você busca em cada uma dessas atividades. O que você busca querendo aprender sobre esses assuntos e realizar esses projetos especificamente? Quando começar a questionar isso, provavelmente você encontrará padrões nessas respostas e conseguirá entender melhor o que te traz satisfação.
Para ir mais fundo, faça também uma nova lista. Esta com todos os projetos e atividades que você já realizou no passado, tudo o que você fez até hoje em sua vida. Analise essa lista e procure entender qual foi seu aprendizado em cada atividade. Por fim, busque entender porque você deixou de realizar essas atividades, porque saiu daquele emprego ou porque não levou para frente aquele projeto.
Não vale pensar que foi por preguiça ou algo do gênero porque você já sabe que seu cérebro funciona buscando recompensas nesses projetos e, se você perdeu o interesse, é porque conseguiu essa recompensa de alguma forma. Então, analise mesmo o que houve e, dessa forma, você encontrará mais padrões que poderão te ajudar no futuro a lidar com novas situações.

 

multipotenciais

#6 – FIQUE EM PAZ CONSIGO MESMO

Fique em paz com sua vontade de mudar, de estar em constante movimento, de aprender de tudo um pouco e de querer realizar muitas coisas diferentes. Só o fato de conhecer o conceito de multipotencialidade e saber que existem outras pessoas como você já é um alívio. Então, abrace essa multipotencialidade e aceite que você é assim, pare de lutar consigo mesmo.
Existem pontos negativos em ser multipotencial, mas existem muitos pontos positivos (já comentei sobre alguns aqui). Procure mudar o seu foco de terminar projetos da forma como nossa sociedade especialista considera correto para conseguir a “recompensa” que você busca em cada coisa que faz. Busque ter uma atitude aberta e de experimentação e lembre-se que muitas habilidades são transferíveis entre áreas e assuntos. É normal querer mudar de caminho e você pode usar tudo o que aprendeu até agora realizando algo totalmente diferente. Aceite isso e pense como uma vantagem para você.

 

multipotenciais

#7 – NÃO SE IMPORTE COM O QUE PENSAM

Sei que esse conselho é muito fácil de ser dado, porém extremamente difícil de ser seguido. Mas é sempre bom fazer o esforço consciente de não se importar com a opinião alheia. Crie a sua própria definição de sucesso e não busque atingir o sucesso de acordo com outras pessoas. Isso só vai te fazer mal.
Agora que você teve acesso à diversas informações interessantes e legais sobre como lidar com sua multipotencialidade e sobre como você não é a única pessoa no mundo que vem sofrendo com isso, confie em você mesmo. Confie que suas ações são as melhores para você. Confie que você não precisa ser igual a todo mundo para ser bem sucedido ou aceito ou o que quer que seja. Seja você, independente do que pensem ou digam.

 

multipotenciais

BÔNUS: CONHEÇA E CONVIVA COM PESSOAS QUE SÃO COMO VOCÊ

Esse é um conselho bônus! E eu estou trazendo para você uma forma de coloca-lo em prática!
Procure conviver com pessoas que pensam como você, entendem seus problemas e suas vitórias e que te mostram que não é impossível ter vidas diferentes das tradicionais e carreiras que não são fundadas em ser um expert. Assim, você se sentirá menos isolado, mais motivado a buscar o que realmente quer e não se conformará com uma vida que não faça sentido para você.
Para iniciar uma mudança de vida ou atingir um objetivo que pareça impossível, precisamos estar em contato com pessoas que pensam como nós, nos incentivam e nos mostram que isso é possível sim.
No Brasil, não se fala muito sobre multipotencialidade ou em como lidar com os dilemas que ela nos traz. Pensando nisso, criei um grupo no facebook dedicado exclusivamente a isso, a falar sobre multipotencialidade, seus pontos positivos e negativos. E também que irá conectar multipotenciais do Brasil inteiro. Te convido a participar desse grupo! Vamos nos unir e nos ajudar a vencer os obstáculos e realizar todo e cada projeto que desejamos como multipotenciais!
Também te convido a se inscrever no Mini Curso de Boas Vindas do Multipotenciais do Brasil! Você vai descobrir como Harry Potter, roteiros, clones, filmes e cisnes vão te ajudar a ter mais clareza, confiança e mostrar sua essência para o mundo. Nesse curso por e-mail você recebe conteúdo exclusivo 100% gratuito e exercícios práticos editáveis. Vem!

 

Esse artigo foi originalmente publicado, em duas partes, aqui e aqui.

__________

Referências:
http://puttylike.com/now-what/
http://puttylike.com/3-things-i-didnt-have-time-to-say-in-my-ted-talk/
http://puttylike.com/what-if-i-lose-interest/
http://puttylike.com/why-you-shouldnt-finish-what-you-start/
Refuse to Choose! – Barbara Sher

Salvar

Salvar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *