Você Tem o Mesmo Número de Horas Em Um Dia Que a Beyoncé

Tempo de leitura: 7 minutos

Crédito: Flickr | Modificado por Multipotenciais do Brasil
Um ano tem 365 dias (quando não é bissexto), 12 meses, 52 semanas. Ponto. Todo mundo tem o mesmo tempo disponível enquanto nosso planeta Terra dá sua volta em torno do Sol. O tempo é extremamente democrático. Um dos nossos recursos mais preciosos e escassos.
É curioso perceber que alguns conseguem aproveitá-lo tão bem, enquanto outros, nem tanto. Em geral, a semana passa rápido, a Páscoa está logo ali e o ano sempre voa.
E o que a Beyoncé tem a ver com isso? Ela é um exemplo de alguém que usa essas mesmas 24 horas que todos temos de forma MUITO efetiva. Ela faz de tudo! “Você tem o mesmo número de horas em um dia que a Beyoncé.” Depois de ler este artigo, cismei com a frase. E o que dizer da Oprah ou do Jorge Paulo Lemann ou daquele amigo que trabalha período integral, é atleta, estuda Antropologia e faz trabalho voluntário no fim de semana? Pois é.
O ponto principal não é o tempo que é curto e sim a forma de aproveitá-lo. Essa é uma conclusão óbvia, eu sei, mas por muitas vezes agimos como se não soubéssemos disso. E usamos a falta de tempo como desculpa para não fazer tantas coisas… Não é?
Na minha opinião, a saída para esse dilema é saber planejar e se organizar. Planejamento e organização não significam apenas ter listas de tarefas. É preciso ter noção do que é importante, do que realmente queremos e de quais são as tarefas e ações que vão nos deixar mais próximos de alcançar o que queremos.
Por isso, vou compartilhar com você, rapidinho e resumidamente, como me planejo e organizo. E também dividir algumas dicas de produtividade para quem é multi. Espero te inspirar a usar suas 24 horas (tudo bem, são 16 tirando as 8 horas de sono) da melhor forma possível!
Se você está precisando de “mais tempo” para fazer as coisas que quer, considere incluir planejamento e organização na sua rotina. Te garanto que funciona!

 

PASSO 1: Refletir sobre o que quer e mapear objetivos.

Esse é o primeiro passo para qualquer sistema de planejamento, organização e produtividade funcionar. Sabe quando você passa o dia fazendo um monte de coisas, mas no fim parece que não fez nada? Essa é a sensação que temos quando estamos fazendo apenas o que é urgente e não o que é importante. As tarefas importantes vão nos levar para mais perto dos nossos objetivos. As tarefas urgentes, apesar de precisarem ser feitas, não.
E como fazer esse mapeamento? Você pode tirar um fim de semana para pensar sobre seus projetos e anotar tudo, ler livros, contratar coaches, fazer cursos, workshops ou processos que facilitem essa reflexão. O Multipotencialize-se é um deles. E o artigo Guia Fundamental de Autoconhecimento é uma ótima forma de começar!

PASSO 2: Organizar projetos e metas.

Com o autoconhecimento em dia e seus objetivos principais em mente, você pode identificar em quais projetos e metas quer focar primeiro.
Imagino que você tenha muitos! Não pense que precisa escolher apenas um. Mas também é humanamente impossível concluir todos ao mesmo tempo. Então, o ideal é escolher entre três e quatro metas para se concentrar primeiro. Lembre-se da Técnica do Sorvete, conhecê-la pode te ajudar com essa escolha.
E uma coisa que gosto sempre de ressaltar é: ao escolher um projeto ou objetivo para focar você não está desistindo de todos os outros. Os que “sobraram” não são prioridade no momento, mas você pode explorá-los mais para frente, quando “completar” as primeiras metas, ou se perder o interesse por elas, ou se elas deixarem de fazer sentido.

PASSO 3: Planejar o ano, mês e semana.

Agora sim, é preciso entrar na parte operacional e prática. A partir da clareza gerada nos dois primeiros passos, fica mais fácil distinguir as tarefas importantes daquelas que são urgentes ou das que poderiam ser delegadas porque não são essenciais.
Com objetivos bem definidos, planejo meu ano agendando cada um deles para que sejam concluídos nos respectivos meses. No começo de cada mês, vejo o que está planejado, listo as ações necessárias para que aquilo aconteça e organizo essas tarefas pelas semanas e dias. Durante todo o processo, uso algumas ferramentas. As principais são o Trello  e o OmniFocus.
Esses três passos são um resumo bem breve do processo de planejamento e organização que uso e que compartilho com meus clientes.
São um ponto de partida. Cada um de nós funciona de maneira diferente, então o legal é ir testando e ver o que funciona para você!
Leia também: 7 Motivos Para Planejar 2017 e Ter um Ano Incrível (+ Planner para Download)

DICAS DE PRODUTIVIDADE PARA MULTIS

Muitos autores, livros e metodologias de produtividade se concentram demais na necessidade de focar em uma coisa só. Multipotenciais não se dão bem com esse tipo de conselho e eu realmente acredito que não precisa ser assim.
Por isso, aqui vão algumas dicas específicas para você, que gosta de variedade e quer fazer muitas coisas, de forma eficiente e produtiva.
#1 – Você não precisa focar em uma coisa só, mas também não dá para abraçar o mundo. Escolha alguns objetivos e metas e siga com eles com consistência para que tenha tempo de ver os resultados. Se você precisa de muita variedade na sua rotina, pode trabalhar em mais de um projeto ou objetivo por dia. Se não precisa de tanto assim, pode dividir seus projetos pela semana, mês ou até pelo ano.
#2 – Ser multipotencial é diferente de ser multitarefa. Na verdade, o ser humano não é multitarefa. Existem estudos que comprovam que, quando tentamos fazer muitas coisas ao mesmo tempo, a qualidade do nosso trabalho cai e o tempo que demoramos para finalizar as tarefas aumenta, assim como nosso nível de estresse. Então, tudo bem ter mais de um foco ou vários projetos, mas se concentre totalmente nas tarefas em que estiver trabalhando no momento.
#3 – Permita-se ter momentos para ser desfocado. Não lute contra sua natureza curiosa, criativa e exploradora. Continue lendo sobre um monte de assuntos diferentes, fazendo cursos que aparentemente não se conectam com seus focos ou pesquisando sobre seus hobbies. Isso faz com que você aumente suas referências, o que é bom para os projetos e objetivos nos quais está se concentrando. E permite que você manifeste sua essência multipotencial. Mas o ideal é que controle esses momentos e não se perca em 25963 abas enquanto está trabalhando em uma tarefa importante.
#4 – Relaxe! Essa dica é autoexplicativa. Planeje-se e crie suas rotinas de produtividade. Mas não deixe de relaxar e ser feliz durante o processo 🙂
Organização e planejamento não precisam ser chatos. Você pode usar a criatividade e tornar tudo mais divertido. Eu, particularmente, adoro fazer planejamentos e criar sistemas para me organizar melhor! Quando os resultados começam a chegar, é muito gratificante.
Concentre-se no fato de que tudo isso é um meio para que você consiga expressar sua multipotencialidade, através de projetos e indo atrás dos seus objetivos e sonhos. Planejamento, organização e produtividade são seus aliados e não seus inimigos!
Tendo mais espaço para eles em sua vida, você se estressa menos e se sente menos perdido. Sente que está indo em direção à alguma coisa realmente importante para você. Que o tempo passando está valendo a pena.
O planejamento traz a consciência de que está criando seu impacto e seu legado através de seus objetivos e projetos.

Ser produtivo não é fazer sempre mais e mais. É fazer mais com menos. E o que é essencial.

 

Quer uma ajudinha para planejar seu ano e os próximos meses? Baixe o Planner “Multis em Ação”. Ainda dá tempo de criar um ano incrível!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *