Movimento, Logo Existo: o Livro de Hebert Mota

Tempo de leitura: 3 minutos

Você conhece Mano Brown, Seu Jorge e Anderson Silva? 

Todos eles têm algo em comum: a amizade e o trabalho de Hebert Mota, empresário internacional do entretenimento. 

Não tinha ouvido falar nele antes de ler seu livro recém-lançado. Afinal, ele trabalha nos bastidores. Mas sua trajetória é uma que vale muito a pena conhecer. No livro “Movimento, logo existo”, Hebert conta sobre suas vitórias, derrotas e fala sobre o que considera ter sido essencial para seu sucesso.

Nascido na periferia de São Paulo, negro, poucas oportunidades de estudo. Hebert começou sua carreira como roadie, aquele profissional que carrega cabos e equipamentos para montagem de shows. Depois de muito trabalho, se transformou em um dos maiores empreendedores brasileiros na área do entretenimento. 

“Se o início da vida é zero, e você começou com menos 10 pontos, como eu, vai ter que batalhar dobrado para ficar, pelo menos, no zero a zero, com quem nasceu e cresceu recebendo as condições básicas de saúde e educação.
No meu dia a dia, tenho que lidar com pessoas que já começaram com vantagens socioeconômicas – ou seja, com mais 10 pontos. Lidar com essa realidade é entender que vou levar mais tempo para alcançar meus objetivos. E aceitar isso me faz mais forte e focado.”

(Hebert Mota)


Com uma trajetória bem multipotencial, Hebert teve e ainda tem negócios variados, mas todos com um denominador comum: o nicho do entretenimento. Ele se arrisca, explora coisas diferentes e vai fundo no que acredita. 

O mais legal do livro é poder acompanhar também o que deu errado. Afinal, é dos erros que a gente tira as maiores lições. Se podemos aprender com o erro dos outros, evitando minimamente os nossos, melhor ainda!

“Eu já deixei minha assinatura em várias realizações, fiz de tudo um pouco. Como estou vivo, sinto que ainda tenho muito para concretizar. Gosto de desafios grandes. Acima de tudo, quero fazer e fazer. Eu nunca paro. E quero incentivar você a nunca parar também.”

(Hebert Mota)


Assim como o nome já adianta, o livro tem um monte principal: a chave para criar oportunidades é a habilidade de se movimentar. Movimentar-se é aprender, é conhecer as pessoas que estão ao seu redor, é buscar novos contatos. Também é arriscar, colocar ideias em prática e não esperar o momento perfeito para agir. 

O movimento precisa vir de quem está buscando. Não adianta ficar apenas esperando uma chance cair do céu. É necessário criá-la. Sabe quando nada está dando certo e parece que os objetivos não vão para frente? Esse é o momento de se movimentar! 

Mas pode ser difícil se movimentar quando vemos várias possibilidades. Quando os caminhos possíveis parecem opostos, quando não temos certeza, quando é difícil tomar uma decisão. Mesmo assim, é preciso ser estratégico e não ficar parado. Para nós, pessoas com muitos interesses diferentes e nem sempre tão focadas, Hebert reserva alguns tapas na cara necessários: 

“Em vez de querer fazer tudo ou de tentar fazer depois que desperdiçou um tempão, é muito melhor usar inteligentemente os seus recursos quando eles ainda não estão escassos. Reavalie suas escolhas enquanto é cedo. E invista no seu TEMPO – ele, sim, é uma conquista eterna.”

“Insista, mas também saiba a hora de sair de um movimento e ir para outro. Parar não precisa ser igual a estacionar. É mudar. Focar sem restringir sua visão.”

“Todas as decisões que nos afetam dependem de dizermos “sim” ou “não”. Como eu disse no início do livro, não acredito em “talvez”. O segredo de tudo está justamente na maneira como lidamos com nossas escolhas.”

(Hebert Mota)

Para saber mais sobre o livro “Movimento, Logo Existo”, clique aqui.

Precisa de ajuda para se movimentar? Conheça o processo de autoconhecimento e planejamento voltado para carreira do Multis do Brasil.

Se gostou desse conteúdo e quer saber quando novos artigos forem publicados, inscreva-se na nossa Newsletter! 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *