O Livro Que Você Precisa Ler: “Refuse To Choose!”

Tempo de leitura: 15 minutos

o livro que você precisa ler
Crédito: Unsplash
“Eu não posso esperar para ver o que você vai fazer com esse seu cérebro encantador uma vez que os portões se abrirem e você estiver finalmente livre para alongar-se, atingir sua velocidade máxima e explorar esse grande mundo que você ama tanto.”
(Barbara Sher)
“Refuse To Choose!”, de Barbara Sher, é o livro que vai abrir seus horizontes e mudar sua mentalidade quando o assunto é querer fazer de tudo um pouco e não escolher um caminho único.
Se você é multipotencial, você simplesmente não pode deixar de ler esse livro! Ele é um dos únicos e mais completos sobre multipotencialidade e pessoas multi talentosas que não se sentem bem em se especializar em uma área só.
Essa é uma leitura transformadora. E, neste artigo, você encontra informações sobre a autora, o conteúdo do livro e seus principais conceitos. Você vai terminar de ler e correr para comprar “Refuse To Choose!”.

 

Quem é a autora?
Crédito: Unsplash
Barbara Sher é palestrante, coach de carreira e autora de sete livros sobre realização, sonhos e metas. Vive apresentando seminários e workshops em universidades, empresas e organizações pelo mundo todo.
Segundo site oficial, seu primeiro livro “Wishcraft: How To Get What You Really Want” (“Ofício do Desejo: Como Conseguir O Que Você Realmente Quer”, em tradução livre) vendeu mais de um milhão de cópias e foi traduzido para doze línguas. O português, infelizmente, não foi uma delas. Seus livros apareceram em listas de best sellers dos Estados Unidos e Europa, incluindo New York Times, Wall Street Journal e USA Today.
Além disso, Barbara esteve em programas de tv e rádio, como Oprah Winfrey Show, CNN, Today Show, 60 Minutes e Good Morning America.
A autora tem um canal e alguns vídeos publicados no Youtube, onde fala sobre os assuntos que aborda em seus celebrados livros e palestras.

 

Sobre o que é?
Crédito: Unsplash
“Se os Scanners não pensassem que devem se limitar a uma área, noventa porcento dos seus problemas deixariam de existir.”
(Barbara Sher)
Em seu livro I Could Do Anything If I Only Knew What It Was: How to Discover What You Really Want and How to Get It” (“Eu Poderia Fazer Qualquer Coisa Se Apenas Soubesse O Quê”, em tradução livre), Barbara Sher fala sobre as crenças, resistências e limitações que temos para identificar e atingir nossos objetivos. A cada capítulo, ela esclarece as razões causadoras de não sabermos quais são os nossos sonhos e, por isso, não conseguirmos realiza-los.
Um dos capítulos trata sobre pessoas que gostam e querem fazer muitas coisas, e por isso, acabam paralisadas em busca de seus sonhos. A essas pessoas, Barbara chamou de Scanners (exploradores, em português).
Ela relata que o capítulo sobre os Scanners foi o que mais chamou atenção em todo o livro, tendo recebido muitas cartas de leitores que se identificaram e se sentiram aliviados apenas por existir uma palavra para defini-los.
Quando escreveu sobre Scanners, Barbara percebeu que as pessoas com esse tipo de personalidade estavam sendo descritas de forma positiva pela primeira vez. A maior parte dos Scanners passaram sua vida confusos e frustrados, tentando entender porque eram tão diferentes e sem conseguir encontrar a carreira certa.
Por causa de toda essa comoção, nasceu o livro “Refuse to Choose!: Use All of Your Interests, Passions, and Hobbies to Create the Life and Career of Your Dreams” (“Recuse-se A Escolher!: Use Todos Os Seus Interesses, Paixões, E Hobbies Para Criar A Vida E Carreira Dos Seus Sonhos”, em tradução livre), publicado em 2006.
Nele, você encontra descrições de Scanners reais com quem Barbara trabalhou e como eles resolveram seus problemas de carreira e passaram a explorar todas as suas paixões e interesses em suas vidas. Há também sugestões de exercícios práticos e ferramentas para te ajudar a entender melhor sua multipotencialidade e o como lidar com ela.
A autora trata sobre erros comuns que cometemos, como achar que devemos escolher apenas um caminho pela vida toda; fala sobre o medo do multipotencial em se comprometer e o problema que temos em relação ao tempo, que parece pouco para tantas coisas que queremos realizar.
Por isso, o livro é repleto de insights. Há capítulos para te ajudar se você está ocupado demais para fazer o que ama ou se você não está fazendo nada que gosta porque acha que não pode fazer tudo. Se você não consegue começar ou se não consegue terminar nada, também encontrará respostas e exercícios nesse livro.
Barbara nos mostra soluções para todos esses dilemas e muitos outros.

 

Quais são os principais conceitos?
Crédito: Unsplash

1 – SCANNER

“Quando você vê alguém sem tolerância para o tédio, que tem curiosidade sobre quase qualquer coisa nova e tem a habilidade de processar material novo constantemente, você está olhando para um Scanner.”
(Barbara Sher)
Scanner é uma outra palavra para definir multipotencial que, em inglês, significa explorador. Barbara opõe os Scanners aos Divers (mergulhadores), que se aprofundam até onde podem em assuntos e áreas de conhecimento. Segundo ela, o Scanner gosta de escanear o horizonte, em busca de novos interesses e paixões.
Por serem curiosos, os Scanners sempre estão em busca da próxima atividade pela qual vão se apaixonar. Mas, após um tempo, já estão explorando novamente, sem mergulhar profundamente em nenhuma delas. Eles não têm apenas um dom ou chamado, eles têm vários. E pensar que farão a mesma coisa para o resto da vida é um verdadeiro pesadelo.
Para Barbara, Scanners têm cérebros geneticamente programados para se interessar por muitas coisas, muitas vezes ao mesmo tempo. Eles são multi talentosos, estão constantemente envolvidos com muitos projetos, são criativos e sempre encontram novos interesses e paixões.
Barbara Sher é precursora desse conceito. Scanners e multipotenciais se referem ao mesmo tipo de personalidade, o que muda é a nomenclatura.

2 – RECOMPENSA

“Quando você perde o interesse por algo, você sempre deve considerar a possibilidade de que você conseguiu o que queria, completou sua missão.”
(Barbara Sher)
Barbara compara Scanners a abelhas. Abelhas estão sempre de flor em flor. Para quem olha de fora, pode parecer que estão sem rumo mas, na verdade, elas estão em uma missão. Estão atrás das flores pois têm um objetivo e mudam de flor assim que conseguem o néctar que buscavam.
O mesmo acontece com você, Scanner (ou multipotencial). Você busca alguma recompensa em suas atividades e interesses. Quando está recebendo essa recompensa, você se sente bem, energizado e motivado. Mas quando fica satisfeito com ela, a empolgação vai diminuindo e o tédio entra em cena.
Na verdade, todos funcionam dessa forma, agem buscando recompensas. Mas Scanners são considerados sem foco porque aprendem muito rápido e, por isso, a recompensa chega rapidamente, trazendo com ela a necessidade de seguir para a próxima flor.
Algumas vezes, a vontade de desistir de um projeto ou ideia vem de resistências internas e medos que estão querendo te colocar de volta em sua zona de conforto. Nesses casos, é importante não desistir porque, após algum tempo, seu interesse vai retornar, quando se sentir mais seguro. Por isso, é importante distinguir essas situações e persistir quando a falta de interesse em realizar um objetivo não for resultado de ter atingido a recompensa esperada.
Essa é uma distinção difícil de ser feita, é preciso muito autoconhecimento e consciência. Porém, de acordo com Barbara, a maioria das vezes que você perder o interesse, é porque conseguiu exatamente o que queria com aquela atividade.
Então, pare para pensar, qual o seu néctar?
recompensa scanner
Crédito: Picjumbo

3 – TIPOS DE SCANNERS

“Curiosidade, criatividade e aprendizado são essenciais para Scanners e, sem eles, eles se tornam depressivos. Mas você não pode evitar o tédio sempre, ou vai ficar travado fazendo nada.”
(Barbara Sher)
Nos capítulos finais do livro, Barbara se dedica a diferenciar os Scanners em tipos, que ela identificou através de sua experiência com clientes e conhecidos. Eles são dedicados à explicação e à proposta de soluções e exercícios para cada um dos tipos.
Não será possível, neste artigo, falar sobre cada um deles em detalhes. A autora os diferencia em duas grandes categorias. Os Scanners cíclicos são aqueles que sabem o que amam fazer, tem alguns ou muitos interesses e acabam retornando para as mesmas atividades conforme o tempo passa. Já os sequenciais, estão sempre descobrindo novos interesses e, quando perdem a curiosidade por uma atividade ou área, não olham para trás.
Temos o Agente Duplo, o tipo de Scanner que gostaria de ter duas vidas. Ele tem interesses muito diferentes e sente que é impossível conciliar tudo que gosta de fazer. Há também o Equilibrista de Pratos, aquele que gosta de estar envolvido com vários projetos ao mesmo tempo. Ele consegue solucionar problemas mais rápido do que a maioria das pessoas e tem dificuldade em dizer não.
O Especialista Serial, quando percebe que pegou o jeito do que está fazendo, quer sair e buscar um novo começo em outra atividade. Ele não gosta de passar sua vida fazendo as coisas que já sabe fazer e está sempre em busca de um novo desafio. Outro tipo de Barbara é o Indeciso de Alta Velocidade. Esse Scanner não termina uma coisa antes de começar a próxima e se sente culpado por descartar seus novos interesses rapidamente, mas tem o dom de ver potencial onde os outros não vêem nada.
Esses são alguns dos nove tipos abordados no livro. É difícil se encaixar em apenas um dos estereótipos e você acaba se vendo em atitudes e conflitos de mais de um deles. O legal é que são discutidas ideias e soluções para os dilemas de todos e são propostos exercícios específicos para cada um. Então, mesmo não tendo clareza total de qual o seu tipo, você vai aproveitar as dicas, estratégias e reflexões de todos eles.

 

Por que é maravilhoso?
Crédito: Unsplash
“Você não vai encontrar um paixão tão grande que todas as outras vão desaparecer, você nem iria gostar se isso acontecesse. Você vai encontrar muitas paixões.”
(Barbara Sher)
Considero “Refuse to Choose!” um livro maravilhoso, que todo multipotencial deve ler, porque:
  • Barbara Sher, a partir de suas experiências e também por ter uma personalidade multipotencial, criou esse novo conceito. Milhares de pessoas se identificaram e sentiram um imenso alívio só por existir uma palavra para descrever e especificar sua personalidade, seus desejos e também suas dificuldades.
  • Ao escrever esse livro, Barbara buscou deixar bem claro que está tudo bem em ser assim. Ela faz isso afirmando várias vezes que é possível ser feliz e trabalhar com prazer sendo um Scanner. Também, dando exemplos de casos reais de clientes que teve como coach de carreira, escrevendo sobre seus desafios e quais as soluções que encontraram para eles.
  • A autora dá ideias de várias formas e caminhos para que você siga todas as suas paixões, explore seus interesses e seja um multipotencial bem sucedido, realizado e satisfeito com sua vida.
  • O livro é muito funcional e nos apresenta à diversas ferramentas e exercícios. Se você seguir o que for proposto ao final de cada capítulo, passará praticamente por um coaching com a Barbara Sher. Claro, sem a individualidade e os insights específicos de um processo de coaching em tempo real.
  • As soluções são bastante simples e práticas e a linguagem do livro é muito acessível (está em inglês, pois ainda não foi traduzido para português). Barbara tem senso de humor e expõe seus pontos e opiniões de forma leve e agradável.
  • Esse livro simplesmente vai te dar “permissão” para ser você mesmo, sem se sentir culpado ou envergonhado.

 

Por que eu li?
Crédito: Unsplash
“(…) Para muitos Scanners, sonhar acordado com um lápis nas mãos é um modo de vida. Na verdade, é uma forma de evitar agir quando seus sonhos parecem impossíveis. Planejamento real, por outro lado, o tipo com fatos e compromissos e prazos, é totalmente diferente. (…)”
(Barbara Sher)
Assim que descobri sobre multipotencialidade e decidi pesquisar a fundo sobre o assunto, as primeiras referências que encontrei indicavam “Refuse To Choose!”. Ainda não existe muita literatura sobre isso e esse é um dos únicos e melhores livros sobre multipotencialidade já publicados.
Como me descobri multipotencial, senti uma identificação imediata com as palavras de Barbara e tive vários insights sobre mim mesma e sobre minha vida ao ler os capítulos e ao fazer os exercícios. Ganhei autoconfiança e agora me sinto tranquila e feliz em estar em busca de explorar minhas paixões, talentos e interesses e me envolver com os projetos que considero importantes.
Além de ter mudado minha mentalidade pessoalmente, “Refuse To Choose!” também contribuiu profissionalmente. Após a leitura, tenho um melhor entendimento da multipotencialidade como coach e dos desafios que meus clientes multipotenciais enfrentam em seu dia a dia.

 

Por que você também deveria ler?
Crédito: Unsplash
“Comece pequeno.
Comece agora.
Comece tudo.
E não se preocupe em terminar nada disso.”
(Barbara Sher)
Todo multipotencial precisa ler esse livro.
Você vai se ver em várias situações. Vai ficar em dúvida de qual tipo de Scanner é, pois vai se identificar com todos. Vai se inspirar com as histórias, cartas e relatos. Vai adotar novos hábitos na sua rotina e fazer alguns exercícios de autoconhecimento bem profundos.
Recomendo fortemente essa leitura. Ela abre um mundo de possibilidades para quem é multipotencial.
Se você ainda não se convenceu de que esse livro é essencial para sua trajetória, leia a tradução da carta que uma Scanner enviou à Barbara. Esse é um dos muitos relatos que encontramos em “Refuse To Choose!”. É útil, é prático e vai te inspirar a sair da paralisia e entrar em ação.
Você vai se recusar a escolher, se sentir livre para seguir suas paixões e interesses e para viver uma vida que ama, sem deixar de ser você mesmo!
“Querida Barbara,
Aqui está uma atualização sobre seu conselho de selecionar dois ou três projetos e focar neles. Isso vai soar tolo; talvez estúpido. Eu nunca antes entendi que escolher duas ou três coisas era uma opção.
Por alguma razão, sempre entendi que precisava fazer tudo e tudo agora! Sua abordagem simples foi uma bênção de liberdade! Foi especialmente útil para direcionar meu tempo “livre”. Agora eu sei o que precisa de atenção e sou capaz de colocar a energia e entusiasmo nisso como nunca antes.”

 

O livro “Refuse to Choose!”, infelizmente, ainda não tem tradução para português. Mas se você entende a língua, pode compra-lo aqui.
Se você não fala inglês ou se fala mas está sem tempo para ler o livro agora, inscreva-se na lista dos Multipotenciais. Você receberá em seu e-mail muitos conteúdos adaptados e inspirados nele e, assim, não perderá todas as valiosas informações que Barbara Sher tem para oferecer.

Multipotenciais.com.br

Insira seu endereço de email abaixo para receber as atualizações do blog em primeira mão!

__________
Inscreva-se, também, no Mini Curso de Boas Vindas do Multipotenciais do Brasil! Você vai descobrir como Harry Potter, roteiros, clones, filmes e cisnes vão te ajudar a ter mais clareza, confiança e mostrar sua essência para o mundo. Nesse curso por e-mail você recebe conteúdo exclusivo 100% gratuito e exercícios práticos editáveis. Vem!

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

6 Comentários


  1. Super hiper Renata! Sou sua xará, me chamo Renata também, e há muito tempo me descobri como uma multipotencial. Assim como todos, sofri, chorei, fiquei na dúvida e travei uma grande batalha comigo mesma até eu me entender e me aceitar. Desde 2009 que me descobri multipotencial mas só agora pude entender o quanto isso significava pra mim. Hoje tenho absoluta certeza que gostar tudo é o grande prazer que eu tenho e um grande presente para mim mesma. Sem culpas, sem traumas, sem frustações. Amei o post, parabéns!

    Responder

    1. Oi xará! Rsrs
      Obrigada por compartilhar sua jornada. Que bom que você chegou no ponto do entendimento e aceitação, é essa a ideia!
      Fico feliz que tenha gostado do post 😀
      Abraços!

      Responder

  2. Sou exatamente assim…
    Na minha área profissional ( fonoaudiologia) me lancei em muitas especialidades… quando as pessoas olhavam o meu currículo, não entendiam como era possível eu não ter uma única área de atuação.,,
    Fora da profissão, estudo e estudei muitas coisas diferentes, como boa autodidata que sou…
    E o meu filho adolescente é igual a mim. E sofre…
    Vou atras dos livros… muito obrigada!

    Responder

    1. Oi Marisa,
      Faça isso, tenho certeza de que vai gostar do livro 🙂
      Um abraço e sucesso para você e seu filho!

      Responder

  3. Olá, Renata! Que delícia encontrar no Brasil outras pessoas que são multipotenciais. Eu li o livro da Barbara há uns 5 anos, que me foi indicado pela minha psicóloga, e ele mudou a minha vida; aliás, o primeiro a mudar a minha vida foi o MENTES INQUIETAS, porque muitos de nós, multipotenciais, são também hiperativos, não é? A Emilie Wapnick do site http://puttylike.com (que fez aquela super palestra no TEX e fez o mundo conhecer os multipotenciais ou scanners) também tem um site muito bacana e o mais legal é partipar da ThePuttytribe.com (ela abre inscrições uma vez por mês).

    Curti muito teu site e estou formatando minha empresa de Coaching e Consultoria para Mulheres, incluindo as multipotenciais, e poderemos fazer algo juntas. Não vai ser legal? beijos

    Responder

    1. Oi Carmen!
      Que bom te ter aqui! Obrigada pela indicação do livro Mentes Inquietas, vou ler. Adoro o blog da Emilie! Você já participou da Puttytribe?
      Podemos fazer algo juntas sim. Me manda e-mail pra gente conversar melhor?
      Beijos

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *